quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Fique por dentro das novas regras para consórcios

Novas regras para consórcios

Com toda essa crise solta por aí, bancos quebrando, indústrias freando produção e países desenvolvidos batendo recordes de desemprego, tá na hora de pensar no bolso e avaliar ainda com mais carinho na hora de gastar a graninha tão suada. Carros, imóveis e muitos outros bens são buscados por pessoas em todo o mundo, no Brasil não é diferente. Hoje existem várias formas de se adquirir um bem, entre as mais populares estão o financiamento e o consórcio.

A diferença entre financiamento e consórcio em poucas palavras

No financiamento você recebe o bem no ato, divide o valor do bem em parcelas fixas com uma taxa de juros que é definida na hora da compra normalmente. No final das contas você paga o bem que você comprou mais os juros.

No consórcio você não recebe o bem de imediato mas sim quando for comtemplado (por sorteio,
lance, etc). A vantagem é que o valor do bem é divido em parcelas sem juros. Entretanto, no consórcio você paga taxa de administração, fundo de reverva, etc. No final das contas, você paga muito menos do que pagaria se fizesse um financiamento. Em termos de dinheiro o consórcio é vantajoso.

Ainda existem muitas outras diferenças que você pode achar facilmente na internet. (Use a pesquisa do Google ao lado.)

As novidades para o consórcio em 2009

Entre as principais mudanças estão:
  • possibilidade de quitar um financiamento de uma casa própria com uma carta de crédito de um consórcio comtemplado.
  • é possível agora fazer consórcio de viagens, planos odontológicos e até cirurgias plásticas.
  • o consorciado inadimplente não precisa esperar até o término do contrato para receber as parcelas pagas de volta, basta apenas que a cota do consorciado seja sorteada.
  • a administradora do consórcio é total responsável por uma suposta má gestão do consórcio.
Essas regras só valem para consórcios fechados a partir do dia 06/02/2009, dia em que passa a vigorar a lei.

Ainda existem algumas críticas por aí a respeito das novas regras. Na minha opinião pessoal eu achei muito bom. Eu já fiz um consórcio uma vez no qual não terminei de pagar, se essa lei estivesse valendo naquela época eu já teria recebido tudo que paguei. Também já terminei outro consórcio e fiquei muito feliz por não pagar nenhum juro e receber um bem novinho em folha.

Escolher entre financiamento e consórcio é difícil, vai da necessidade e o bolso de cada um.

Um abraço a todos e até a próxima!

4 comentários:

  1. ótimo post!!!

    vou passar para um amigo ler que ta para entrar em um consórcio!

    abraço brother!

    ResponderExcluir
  2. Perfeito! Avise a quem puder. O consórcio agora é um negócio melhor ainda!

    Abraços,
    Jonathan

    ResponderExcluir
  3. é verdade, lendo esses princípios a situacao ta complicada mesmo, tem q corrrer pro melhor!
    abraço

    ResponderExcluir

Comente aqui! Não precisa ser cadastrado.